Jacobina e Jaguarari lideram lista de municípios com mais registros de tremores de terra na Bahia

Redação Redação 13333 vistos
2 Min

A Bahia registrou um aumento de 36% nas ocorrências de tremores de terra, passando de 132 entre os anos de 2020 e 2021 para um total de 180 entre 2022 e 2023.

O mais recente foi um tremor de magnitude 2.4 na escala Richter (mR) na cidade de Campo Formoso, no centro-norte da Bahia, na última quinta-feira (1º), às 13h33 (horário de Brasília), que não chegam a ser sentidos pelos moradores.

Em Jacobina, no dia 28 de janeiro, foi registrado um tremor com magnitude 1.6 mR A região já tinha registrado o fenômeno no ano passado.

Ao lado de Jaguarari, Jacobina aparece entre os municípios baianos com o maior número de registro de tremores. Dos 151 registrados na Bahia em 2022, 69 ocorreram em Jacobina e 19 em Jaguarari.

No ano passado, as cidades também lideraram o ranking: foram 51 notificados em Jacobina e 45 em Jaguarari. No total, 2023 registrou 180 ocorrências do tipo. Até o momento, a única explicação para isso é a concentração de grandes mineradoras nos dois municípios, além da localização serrana de Jacobina.

As zonas mais suscetíveis a registro de tremores de terra estão situadas no Recôncavo e, por isso, a região é reconhecida como uma zona sismogênica. Embora essa área possua propensão maior para ocorrências de sismos, outras regiões da Bahia também estão sujeitas a registrar os fenômenos. É o caso das cidades de Jacobina e Jaguarari, localizadas na região da Chapada Diamantina e no Centro-Norte, respectivamente.

Compartilhe Isso
- Advertisement -