RMS amanhece sem ônibus; rodoviários cruzam os braços por 24h

0
Foto: Ilustração

Rodoviários de seis empresas que fazem o transporte entre as cidades metropolitanas de Salvador, iniciaram uma paralisação de 24 horas na manhã desta quinta-feira (17). Cerca de 300 mil pessoas serão afetadas.

O Sindicato dos Rodoviários Metropolitanos (Sindimetro) informou que a paralisação da categoria é um protesto para que os rodoviários da BTM sejam transferidos para as empresas que atenderão a área.

O protesto causa transtorno para os passageiros, que aguardam transporte nos pontos. Apenas o sistema complementar e os carros particulares, como os motoristas por aplicativo, estão operando na região.

As seis empresas são: Nova Aviação, Atlântico Transporte, Asa Bela, Avanço, Costa Verde e a Expresso Luxo Vitória. Além da capital baiana, a BTM atende também as cidades de Lauro de Freitas e Camaçari. Já as outras seis empresas atendem também: Candeias, Madre de Deus, Simões Filho, Mata de São João e Pojuca.

As viagens na região estão comprometidas desde a segunda-feira (14), quando os ônibus da Bahia Transporte Metropolitano (BTM) pararam de operar por falta de combustível.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.