Padre que compartilhou vídeo pornográfico em grupo de WhatsApp anuncia saída de paróquia

0

O padre que publicou imagens pornográficas em um grupo de WahtsApp vai deixar a paróquia de Oliveira dos Campinhos, distrito de Santo Amaro. O próprio Francisco Oliveira, que atuava na paróquia há sete anos, anunciou sua saída nas redes sociais.

O caso aconteceu no último dia 2 de fevereiro. O vídeo continha imagens de dois homens em ato sexual e foi enviado num grupo intitulado ‘Sagrada Família’, que reúne fiéis da igreja. O padre apagou os vídeos, mas os prints já haviam viralizados.

O padre reiterou o que disse em sua defesa e afirmou que não enviou o vídeo de propósito. Ele contou que recebeu o material de outro contato e, na tentativa de apagar, publicou, por engano no público.

“Estão tramando algo contra a paróquia, motivando as pessoas a não contribuírem mais com o dízimo e as ajudas para os festejos paroquiais. E vocês sabem, sem a ajuda não poderemos caminhar, então por causa disso decidi deixar a paróquia, para ver se acalma os corações inflamados”, escreveu o padre.

Franciso Oliveira disse que conversou com um bispo e teria recebido apoio em relação à decisão de saída. Na declaração, ele voltou a pedir desculpas e agradeceu as amizades construídas na paróquia.

“Acredito eu que neste tempo procurei fazer o bem, se fiz algo que não agradou peço desculpas, agradeço pelo carinho, acolhida e amizade de todos que são meus verdadeiros amigos”, disse o padre.

“Para aqueles que se diziam meus amigos, mas que na hora que mais precisei viraram-me as costas, só cabem fazer o que nos ensina a palavra de Deus em MT 5.44: Amai vossos inimigos e rezai por aqueles que lhe fazem o mal”, concluiu.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.