Acompanhe as últimas notícias da Cidade de Candeias na Bahia com credibilidade na informação sobre política, esportes e ações policias da região.

Governo institui o Dia Estadual de Combate à Poluição nos Oceanos e Limpeza das Praias

Foto: João Raimundo

O governador Rui Costa aprovou o projeto de lei nº 23.242/2019, protocolado na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), que institui o Dia Estadual de Combate à Poluição nos Oceanos e de Limpeza das Praias. A data escolhida foi 8 de junho, Dia Mundial dos Oceanos, e tem como objetivo conscientizar as pessoas sobre o impacto do lixo nos ecossistemas costeiro e marinho, principalmente os resíduos plásticos.

Desde fevereiro deste ano, a Secretaria do Meio Ambiente (Sema), em parceria com a ONG Rede Viva Mar Vivo, Redemar, vem realizando a ação “O Mar Não Está Para Plástico”, de limpeza e conscientização da problemática do lixo nas praias de Salvador. A ação foi realizada nas praias de Itapuã, Buracão (Rio Vermelho), e Boa Vigem (Ribeira). Ao todo, foram retirados 13.280 resíduos sólidos das três praias, destes, 4.880 eram filtros de cigarro. No Sul do estado, a Sema atua em parceria com o 5º Grupamento de Bombeiros Militar da Bahia (5º GBM) na limpeza das praias com a campanha “Na Onda Contra o Plástico”. O órgão ambiental apoia ainda atividades da rede estadual de educação e ações comunitárias de limpeza de praias.

“Com a escolha do dia 8 de junho, a Bahia ganhou mais um reforço para o combate à poluição nas praias, e ratifica a preocupação do Governo do Estado com a biodiversidade marinha e o equilíbrio da Terra, já que os oceanos recebem de 8 a 12 milhões de toneladas de plástico anualmente. A ONU Meio Ambiente estima que em 2050 haverá mais plásticos que peixes nos oceanos, e precisamos mudar essa triste realidade”, afirmou o secretário do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira, que destacou ainda a importância desta data no atual momento crítico, com o impacto das manchas de óleo de petróleo em todo litoral nordestino.

“Desde o momento em que a primeira mancha de óleo atingiu o litoral baiano, no Norte do estado, que instituímos uma força tarefa com atuação interinstitucional, envolvendo todas as secretarias e órgãos estaduais com potencial para equacionar o problema. O governo trabalha na linha de frente com distribuição de EPI´s, limpeza das praias com atuação dos bombeiros militares, orientações para coleta e armazenamento adequado e adotando medidas para mitigação dos danos sociais e ambientais. Ressaltamos agora o trabalho da equipe técnica do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), para uma tarefa que se constitui em um grande desafio, que é a retirada dos resíduos coletados das Ilhas de Boipeba e Tinharé. O destino final de todo material coletado nos municípios impactados foi assumido pelo Estado, e sua operação também está a cargo do Inema”, pontuou o secretário.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.