Salvador

Sem acordo, rodoviários decidem manter greve para próxima terça

A reunião entre rodoviários e representantes das empresas de ônibus terminou sem acordo nesta sexta-feira (19). Houve avanços nas negociações, mas as partes não chegaram uma definição e, por conta disso, a greve da categoria marcada para a próxima terça-feira (23) está mantida.

Uma nova reunião está marcada para a segunda-feira (22), às 10h, para tentar um novo acordo, segundo informações da Superintendência Regional do Trabalho da Bahia (SRTE/BA), onde aconteceu o encontro. Depois, a categoria fará uma assembleia para decidir se vão fazer a paralisação.

Na reunião desta sexta, o Setps (sindicato que representa as empresas de ônibus) fez a proposta de 3% de reajuste em novembro, mas a categoria não aceitou. Em seguida, a SRTE fez uma proposta a proposta de 5.5% de reajuste salarial nas cláusulas trabalhistas, com ganho real de 1.51%, mas a categoria também não concordou. Essa proposta vai ser analisada pelos empresários.

Foto: arquivo


“Vamos nos reunir para discutir essa proposta do Ministério do Trabalho. Vamos fazer de tudo, o possível e o impossível para resolver isso, para não ter greve”, afirma Jorge Castro, diretor de relações sindicais do Setps.
De acordo com o Sindicato dos Rodoviários, a greve deve atingir todo o estado, incluindo ônibus urbanos e metropolitanos. A categoria, que está em campanha salarial, reivindica 5% de aumento real, tíquete refeição de R$ 20, fim da dupla função de motorista – quando ele dirige e cobra passagem -, e manutenção do cargo de cobrador em todas as linhas e horários.

Nesta quinta-feira (18), os rodoviários fizeram uma passeata depois de assembleia realizada pela categoria. Eles saíram da Ladeira dos Aflitos, por volta das 16h30, e seguiram até a Estação da Lapa, onde fizeram um ato pedindo por melhores condições de trabalho.

Correio24

Click Para Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top