Acompanhe as últimas notícias da Cidade de Candeias na Bahia com credibilidade na informação sobre política, esportes e ações policias da região.

Relatório aponta situação do Hospital Ouro Negro

1
Hospital Ouro Negro
Hospital Ouro Negro | Foto: Candeias Mix

A Comissão de Educação, Saúde e Assistência Social da Câmara de Vereadores apresentou na sessão desta quinta-feira (23), o relatório com informações dos últimos cinco meses da intervenção judicial no Hospital Ouro Negro.

O levantamento da intervenção mostra que durante o período de setembro a dezembro de 2016, foram realizados 2.933 atendimentos e durante os meses de janeiro a fevereiro deste ano, foram realizados 1.895 atendimentos médicos no hospital. De acordo com o relatório, de setembro até dezembro de 2016 foram realizados 104 partos. Ainda de acordo com o documento, nenhum contrato foi celebrado ou reincidido durante o período de intervenção.

Durante os cinco primeiros meses, foi garantida a continuidade de serviços essenciais, como o atendimento as especialidades; Clínica Geral, Cardiologia, Radiologia, Ortopedia, Obstetrícia e Anestesiologia. A prestação de serviço contou com 24 profissionais médicos durante os meses de setembro a dezembro do ano passado. Já durante os dois primeiros meses deste ano, houve uma queda no número de profissionais caindo para 20 médicos.

O valor das despesas com os serviços executados nos últimos três meses do ano passado contabilizou gastos de R$3.026.601,62. Ainda conforme o relatório, nos dois primeiros meses deste ano, as despesas contabilizaram em R$1.360.247,16 .

Entenda o caso

Com base nas investigações do Ministério Público Federal e da Controladoria Geral da União (CGU), o juiz da 12ª Vara Pública, Ávio Mozar José Ferraz de Novaes, nomeou no mês de setembro do ano passado, o interventor Fábio Almeida para gerir o Hospital Outro Negro. A ação foi movida pelo Ministério Público Federal na Bahia (MPF-BA), que apontou irregularidades no contrato do Centro Médico Aracaju, empresa que administrava o Hospital.

Uma nova decisão foi concedida em 22 de fevereiro deste ano, onde o juiz federal da 12ª Vara Pública, Ávio Moraes José de Novaes, prorrogou por mais 180 dias a intervenção no Hospital Ouro Negro.

1 Comment
  1. Arlen Lopys
    Arlen Lopys says

    Ja é tempo, de ter-mos nossa UTi

Reply To Arlen Lopys
Cancel Reply

Your email address will not be published.