Candeias

Oposição denuncia mais um caso de falso médico em Candeias

Os vereadores da bancada de oposição de Candeias fizeram representação no Ministério Público Estadual para que sejam apuradas as denúncias relativas a profissionais de saúde suspeitos de atuarem na rede pública da cidade como falsos médicos.

Na última sexta-feira (12), o BNews reportou o caso da suposta falsa médica que estaria atuando no Posto Luiz Viana Filho com o registro no Conselho Regional de Medicina da Bahia (Cremeb) da profissional Adriana Maltez. À época, a prefeitura informou que “não houve nenhuma formalização de queixa em relação ao tema”.

Desta vez, os oposicionistas dizem que Filipe Borges Brandão utiliza registro profissional de outra pessoa e não ainda teria concluído a formação universitária.

Eles afirmam que Filipe é estudante da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e que a carteira usada por ele não corresponde ao nome descrito no registro do Conselho Regional de Medicina.

A representação é assinada pelos vereadores Mica (SD), Rita Loira (DEM), Jorge da JM (PT do B), Irmão Gérson (DEM),  Nal da San Martin (DEM) e Fernando Calmon (PSD), que é presidente da Câmara.

No pedido ao MP, eles cobram que sejam apuradas as responsabilidades dentro da Secretaria Municipal de Saúde e do prefeito Dr. Pitágoras Ibiapina (PP) por conta do “risco irreparável” que a atividade nesses termos representa.

Nas redes sociais da prefeitura de Candeias, numa postagem de 28 de janeiro de 2017, Filipe aparece como integrante da equipe médica.

A denúncia soma-se a outras reclamações sobre a estrutura da rede de saúde municipal, como o fechamento da única Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que funcionava na cidade.

A reportagem tentou contato com a prefeitura de Candeias, mas as ligações não foram atendidas.

Reportagem do Bocão News

 

 

14 Comments

14 Comments

  1. Elenita Fagundes De Carvalho Costa

    Elenita Fagundes De Carvalho Costa

    16 de Maio de 2017 at 22:08

    Misericórdia. Onde vamos parar

  2. Ed Oliveira

    Ed Oliveira

    16 de Maio de 2017 at 22:09

    Virou graca

  3. Ed Oliveira

    Ed Oliveira

    16 de Maio de 2017 at 22:09

    Bora prefeito acorda

  4. Zeca Santana

    Zeca Santana

    16 de Maio de 2017 at 22:21

    A mentira caindo por terra!!😂😂😂😂

  5. Sandra Lima

    Sandra Lima

    16 de Maio de 2017 at 22:28

    Isso é uma gangue de falsos médicos

  6. Dalva Menezes

    Dalva Menezes

    16 de Maio de 2017 at 22:29

    O prefeito está brincando de ser prefeito?

  7. Tácio Chaves

    Tácio Chaves

    16 de Maio de 2017 at 23:33

    Será que o prefeito é médico mesmo?
    E essa cambada de vereadores vamos parar de só fiscalizar porra. Vão trabalhar tbm.
    Doar cesta básicas do seu salário para os que precisam.

  8. Tácio Chaves

    Tácio Chaves

    16 de Maio de 2017 at 23:36

    Essa raça só pensa em dinheiro no bolso.
    Venha querer voto meu em 2020 viu.
    Vão procurar pagar os funcionários em prioridades professores, médicos verdadeiros.

  9. Fernando Hélio de Oliveira

    Fernando Hélio de Oliveira

    17 de Maio de 2017 at 00:55

    👀

  10. Neia Barbosa

    Neia Barbosa

    17 de Maio de 2017 at 01:21

    Ele faz porque não é a mãe dele nem os irmão dele se fosse ele não ia fazer isso

  11. Nubia Estrelado

    Nubia Estrelado

    17 de Maio de 2017 at 05:22

    O quer isso rapaz..Dá onde tá saindo essas raça kkkkkkkkk.tirando o povo como palhaço 😒

  12. Elliane Santoos

    Elliane Santoos

    17 de Maio de 2017 at 07:16

    Virou foi graça
    Candeias tá uma palhacada

  13. Carlos Gomes

    Carlos Gomes

    17 de Maio de 2017 at 09:00

    É virou brincadeira essas denuncias tem q ser levada a sério p tomarem as medidas cabives o povo morrendo ai nas unidades quem sabe q né por conta dessa irregularidades!!!

  14. Isabel Oliveira

    Isabel Oliveira

    17 de Maio de 2017 at 14:02

    O assunto do dia em vez de Ta bota.do na mídia resolve colocando os culpa dos a cadeia Polícia alguém tem que falar quem contratou esses meliantes

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top