Candeias
6

Prefeito de Candeias não sabia, mas pagou por obra já “parada”

Casas-do-Sarandi-02O caso das 128 casas da Vila Benedito Magalhães, no bairro do Sarandi, com obras paradas há mais de 2 anos e meio, após  a posse do Sargento Francisco em junho 2012, ganhou repercussão em todo o Brasil com a reportagem de Genildo Lawinski, da TV Bahia, que mostrou o descaso com o dinheiro público já que até agora foram gastos mais de R$ 2,5 (dois milhões e quinhentos mil reais), e o conjunto popular está abandonado.

Nos anos anteriores, os sites e a imprensa locais denunciaram o fato, mas ninguém na administração pública nem na Câmara Municipal de Candeias e o Ministério Público Estadual atentaram para o fato que deixa sem moradia digna cerca de 450 candeienses vítimas duas vezes: pela chuva que os desabrigou e agora pela suspensão das obras.

Na entrevista na TV Bahia, gravada próximo à empresa que pertence ou pertenceu ao gestor municipal, algo inusitado por não se tratar de evento público, o prefeito demonstrou desconhecimento ou desinteresse pelo assunto ao afirmar à reportagem da TV Bahia que: “Para onde foi dinheiro, eu certamente não tenho como lhe dizer”.

Mas, documentos públicos e que a administração de Candeias não faz de divulgar, constatam que entre a posse do Sargento Francisco em 23/06/2012 até 07/02/ 2013, ou seja, com as obras paradas, o prefeito pagou a Construtora Terta mais de R$ 1.625.000,00 (um milhão e seiscentos e vinte e cinco mil reais).

Apenas para lembrar à Prefeitura de Candeias, em 20/09/2012, 3 meses depois da posse do atual prefeito, foi paga a quantia de R$ 377.918,88 (trezentos e setenta e sete mil, novecentos e dezoito reais e oitenta e oito centavos) de acordo com o proc. administrativo n° 6197 e, em 23/11/2012, com as obras sem nenhum trabalhador da Construtora Terta na área, foi pago o valor de R$ 277.292,14 (duzentos e setenta e sete mil, duzentos e noventa e dois reais e quatorze centos), conforme o proc. administrativo n° 7319.

Não fica claro se o pagamento efetuado é da contrapartida com recurso da Prefeitura ou se é da verba liberada pelo Governo Federal, através do Ministério das Cidades, mas é evidente que um dos pagamentos foi feito por serviços realizados até 12/2012 no valor de R$ 147.382,43 (cento e quarenta e sete mil, trezentos e oitenta e doiis reais e quarenta e três centavos).

Além disso, mesmo alegando que a não sabe havia erros no projeto, o prefeito que não colocou uma telha nas 128 moradias, apesar de ter Procuradora Jurídica e contratos que somam mais de R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais) com escritórios de advocacia com pedido de cancelamento do MPE, nada conseguiu fazer em quase 3 anos de gestão pelas Casas da Vila Benedito Magalhães, no Sarandi.

Porém, em 20/09/2014, apesar da paralisação dos serviços de construção das residências que tem recursos do PAC e a Prefeitura de Candeias, foi contratada a Zquadro Bloco Estrutural LTDA, para execução da obra, no valor de R$ 7.301.614,49 (sete milhões, trezentos e um mil, seiscentos e quatorze reais e quarenta e nove centavos). O contrato n° 150/2014, começou a vigorar em 15/09/2014 e tem validade de 10 meses, portanto em vigor.

Mas, apesar disso, o local está deteriorado, as casas em ruínas e já foi invadida duas vezes, como acontece desde a semana passada.

Por Yancey Cerqueira

AVISO: Os comentários exibidos acima não representam a opinião deste site, a responsabilidade é do autor da mensagem. Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site.

Tem 6 Comentários

  • Jeoás Bispo disse:

    Não sabia o que rapaz?

  • ele não sabia de nada kkkkkkkkkkkkk conta outra piada

  • essa foto e antiga não existe telhado mais

  • Emerson Motta disse:

    Agora ninguém,sabe ninguém viu ,não esta ciente …a falta de responsabilidade e de compromisso para com cidade que é muita…

  • Deixe um Comentário

    Que tal expressar sua opnião?
    Deixe uma Resposta!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>